"Não sei de ti"

Não sei de ti,
Nem sequer sei bem onde te perdi
Tal não implica, porém, que te esqueci
E se outrora disse que sim,
Então... Menti.

Mas se pensas que ainda penso em ti,
Que ainda te vejo p'los meus sonhos
Ou que por ti nutro tamanha saudade,
Então desculpa-me, por favor,
Mas temo que seja tudo verdade…

Porém, apesar de tudo, sei que tudo isso irei esquecer:
Cada momento, música, gesto; cada respirar (...)
Tudo esquecerei, naquele dia, inevitável hora,
Quando, da minha boca, sair a última lufada
De ar

DANIELA ROSA @

0 mixed words:

Enviar um comentário

 

partnership

~

LADY WRITER

Eu tenho um sonho. Um sonho que realizo todos os dias: escrever. Agora, também tenho um objectivo: ser escritora. Quiçá, um dia terei o meu nome em capas duras, espalhadas por prateleiras. Até à obra nascer, hei-de sonhar. CONTACTO: imdanierose@gmail.com