Just another inconvenient love.

Apercebi-me que poderia estar apaixonada por ti, naquele mesmo dia em que voltei a casa e vi-te, depois de tanto tempo. O meu coração bateu de tal maneira, que tive de respirar bem fundo até conseguir chegar-me ao pé de ti e abraçar-te, finalmente. Escusado será dizer que ignorei isso mesmo. Os dias foram passando - e oh, como foi bom poder passá-los ao teu lado. E lá me ia tentando distrair de tudo aquilo que me ias fazendo sentir: o soar frenético que provinha do meu peito; o terrível nó na garganta; a dificuldade em manter uma respiração pausada; os ciúmes incontroláveis (…). Voltei a aperceber-me que poderia estar apaixonada por ti, numa daquelas típicas noites em que me deixava cair nos teus braços; em que deixava ser-me rodeada por eles. Beijaste-me a testa e continuámos abraçados, deitados no chão, a mirar o céu de Verão acima das nossas cabeças. Nesse momento, desejei que pudéssemos parar no tempo e ficar ali, só tu e eu, para sempre. Num ressalto, disse-te isso. Tu sorriste, porque te apercebeste que, talvez - só talvez -, éramos mais do que aquilo que havíamos sempre pensado. Mas o dia em que tive todas as certezas do Mundo e mais algumas, que era a ti que o meu coração pertencia, foi numa manhã que passámos juntos, na companhia de mais ninguém, só a conversar, enquanto nos íamos deixando levar em histórias de momentos passados, embaladas pelo som do vento a bater nas persianas da casa. Eu disse-te o que sentia, e não me arrependi. E também não me arrependo de ter-te dito, logo depois, que tal romance seria sempre, sempre impossível. Porque é. Ambos sabemos disso. Mas, afinal, quem sabe o que pode acontecer? Quem sabe se, talvez, um dia, todas as barreiras teimosas e todas as probabilidades egoístas se reunam por uma vez a nosso favor? Ninguém sabe. Nunca ninguém saberá.

Acho que é mais um daqueles casos… Only time will tell. 
Até lá, vou carregar-te sempre no meu coração, dentro de um cofre fechado à chave.
Na altura certa, saberemos o que fazer.

1 mixed words:

  1. adoro o teu blog.
    aproveita sempre que a vida te dá oportunidades para seres feliz com alguém ao teu lado; nunca penses que será impossível ou que não valerá a pena, arrisca sempre! :)

    ResponderEliminar

 

partnership

~

LADY WRITER

Eu tenho um sonho. Um sonho que realizo todos os dias: escrever. Agora, também tenho um objectivo: ser escritora. Quiçá, um dia terei o meu nome em capas duras, espalhadas por prateleiras. Até à obra nascer, hei-de sonhar. CONTACTO: imdanierose@gmail.com