can't understand what I'm saying

everything is everything, phoenix @

Hoje, mais do que em qualquer dia, fui atacada violentamente pela tentação de simplesmente ir a tua casa. Nem sei se estarias lá. Nem sequer sei se, mesmo se estivesses, me abririas a porta. Mas enfim, acabei por não o fazer, óbvio. E não foi por ter medo da tua reacção (ou da minha) - piorar as coisas? Temo que isso nem seja possível. Foi mais porque, bem, dizem-me que não te devo pressionar. E pronto, talvez não deva mesmo. Se não te sentes afim de conversar comigo; se me queres ver de longe, então pronto... Assim será. (...)

Às vezes dou por mim cheia de coisas para te dizer. Mas depois, quando pensava mesmo em dirigir-me à tua casa, bloqueava e perguntava a mim mesma: "Mas o que há a dizer que já não tenha sido dito?". E foi isso que também me fez parar. Estou um pouco cansada de falar para o ar... Não digo que não sabes ouvir-me; porque sim, tu sabes, sempre soubeste. Agora, compreender-me... Mas não te culpo. Tenho a perfeita consciência que não sou, de todo, uma pessoa fácil de lidar.

the more I talk about it, 
the less I do control

0 mixed words:

Enviar um comentário

 

partnership

~

LADY WRITER

Eu tenho um sonho. Um sonho que realizo todos os dias: escrever. Agora, também tenho um objectivo: ser escritora. Quiçá, um dia terei o meu nome em capas duras, espalhadas por prateleiras. Até à obra nascer, hei-de sonhar. CONTACTO: imdanierose@gmail.com